Escalação da Seleção: Tite confirma quinteto

Éder Militão vai atuar na lateral direita no amistoso contra Gana, nessa sexta-feira, na França. Segue escalação

A seleção brasileira treinou nessa quarta-feira no Estádio Océane, em Le Havre, na França, local do amistoso contra Gana, às 15h30 (de Brasília), na sexta. Na atividade, o técnico Tite confirmou a escalação que já havia esboçado no dia anterior.
No penúltimo jogo antes da estreia na Copa do Mundo, o Brasil irá a campo com um quinteto ofensivo formado por Lucas Paquetá, Neymar, Raphinha, Vini Júnior e Richarlison.

Uma das novidades na formação está no setor defensivo. Tite vai observar novamente Éder Militão na lateral-direita, tal qual já havia feito no segundo tempo do amistoso contra o Japão, em junho.

Danilo, único lateral-direito de origem convocado, começará a partida no banco de reservas. 

Na lateral-esquerda, Alex Telles saiu na frente na disputa com Renan Lodi – vale lembrar que Alex Sandro foi cortado, por lesão.

A escalação do Brasil utilizada nos treinos e que deve iniciar a partida de sexta-feira é: Alisson, Éder Militão, Marquinhos, Thiago Silva e Alex Telles; Casemiro, Lucas Paquetá e Neymar; Vini Jr, Raphinha e Richarlison.

Essa não é a primeira vez que Tite recorre a Lucas Paquetá um pouco mais recuado, como um segundo volante. Formação parecida foi utilizada na goleada por 4 a 0 sobre o Paraguai, em fevereiro. Porém, na ocasião, Fabinho jogou no lugar de Casemiro, Coutinho fez o papel que dessa vez será de Neymar, e Matheus Cunha atuou como referência no ataque.

A atividade também marcou o primeiro treino em campo de Éverton Ribeiro e Pedro, jogadores do Flamengo que se apresentaram à Seleção depois dos demais e fizeram apenas trabalhos regenerativos na terça-feira.

Junto dos reservas, eles participaram de um treinamento de passes e finalizações. Na sequência, Tite promoveu um coletivo. 

A equipe dos suplentes foi escalada com: Ederson, Danilo, Ibañez, Bremer e Renan Lodi; Fabinho, Éverton Ribeiro, Antony, Firmino, Rodrygo e Pedro

Durante o coletivo, Neymar levou uma pancada no joelho e necessitou de atendimento médico. Porém, não passou de um susto, e instantes depois o camisa 10 voltou ao treino.

Bruno Guimarães não participou da atividade. Segundo a CBF, ele queixou-se de dores depois do treino de terça e, após realizar exames, teve constatado um edema muscular na coxa esquerda. O jogador fará tratamento e, a princípio, não será cortado. 

Depois de enfrentar Gana, o Brasil volta a campo na terça-feira, contra a Tunísia, no estádio Parque dos Príncipes, em Paris. Os tunisianos estão no Grupo D da Copa do Mundo, ao lado de França, Austrália e Dinamarca.

Gana, por sua vez, está no Grupo H – com Portugal, Uruguai e Coreia do Sul – e pode vir a ser adversário do Brasil, que faz parte do Grupo G. Os primeiros colocados de cada chave se cruzam nas oitavas de final.

Que tal, comprar camisa da Seleção Brasileira ? Confira nossa Loja do Capita.

Jack Grealish: “Não joguei no melhor do meu jogo desde que fui para o City”

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest